Quem, afinal, vai pagar a conta?

QuemPagaContaMaria é vendedora e viaja muito para atender seus clientes e prospects. Na última viagem ela foi almoçar com um prospect com objetivo de discutir um pouco mais os detalhes de uma proposta que havia feito.

Após sentar à mesa do restaurante, ela pediu água e o seu convidado pediu um taça de vinho. Durante o almoço e, enquanto discutiam o projeto, seu convidado pediu outras taças de vinho.

A cada taça de vinho, Maria pensava em como iria justificá-las, já que a empresa em que trabalha tem uma política rígida de não reembolsar bebidas alcoólicas em almoço de negócios para ninguém. Nem para o presidente da companhia.

Maria está focada em fechar esse negócio, pois a comissão é excelente e ela precisa desse dinheiro para ajudar no tratamento de seu pai que sofre de uma doença degenerativa.

Quando a conta chegou, Maria olhou e viu que o valor das taças de vinhos era bem maior do que imaginava. Como ela tinha convidado, e é de praxe, ela pagou a conta com seu cartão de crédito e pediu a nota fiscal. Para sua tristeza, as taças de vinho haviam sido discriminadas. Nesse momento ela soube que teria problema.

Ao invés de dormir na cidade em que estava, ela voltou no mesmo dia, economizando a diária de hotel, com objetivo de trocar esse valor com a despesa de bebida do almoço. Ao explicar para seu chefe o que aconteceu, ele foi implacável. Regras são regras e estão aí para serem cumpridas. Não há como trocar as despesas.


Questões

  • Maria já deveria ter avisado o prospect de que a empresa não paga bebidas alcoólicas?
  • Ela deveria ter pedido uma nota fiscal para o hotel, sem ter ficado lá, com objetivo de trocar pelas despesas das bebidas e não precisar avisar seu chefe?
  • Já que ela vai receber a comissão de vendas, ela é quem deve pagar as bebidas?
  • Como ela já sabia das regras, ela está sendo imoral com a proposta que fez?
  • O que você faria no lugar da Maria?

0 Comentários

Deixe o seu comentário!