Tag: assédio moral

Respeito acima de tudo

Revista CallCenter

Na visão de Santos, ninguém acorda todos os dias cedo para trabalhar e enriquecer alguém, mas fazem isso por que precisam ou por que a empresa tem uma causa. Se a causa for “nobre”, no sentido de que contribua para o desenvolvimento da empresa, dos colaboradores, da comunidade, do país e, por fim do planeta, o engajamento é maior e mais perene. “As organizações devem existir para serem ricas, éticas, inspiradoras e perenes. Devem deixar legados e não herança. Devem construir reputação e não imagem de marca”, conclui.

Metas Agressivas x Assédio Moral

pressao1

As organizações estabelecem metas em função das suas necessidades de faturamento. Os líderes recebem as metas e, mesmo tendo argumentos, não conseguem expressar que as mesmas são, por vezes, inviáveis. Aí eles exercem uma pressão imensa nos seus liderados que acaba ultrapassando o limite do bom senso e cai no estigma do assédio.